Pra confundir bem o eleitor, as eleições 2018 prometem ser um caldeirão de candidatos “úteis” e absolutamente inúteis. Não se sabe quem é quem, quem ajuda quem, quem prejudica quem.